Meu Deus! não quero seguir o caminho da iniquidade.

Publicado em 29/03/2017 - 09:22

 

TEXTO: MATEUS 7.13-23

 

INTRODUÇÃO: A Bíblia relata em II Timóteo 3.1 que nos últimos dias sobrevirão tempos difíceis, pelo aumento da iniquidade e aqui apresento uma relação de como será essa iniquidade que são assuntos para vários sermões. "Sabe, porém, isto: no últimos dias, sobrevirão tempos difíceis, pois os homens serão egoístas, avarentos, jactanciosos, arrogantes, blasfemadores, desobedientes aos pais, ingratos, irreverentes, desafeiçoados, implacáveis, caluniadores, sem domínio de si, cruéis, inimigos do bem, traidores, atrevidos, enfatuados, mais amigos dos prazeres do que amigos de Deus, tendo forma de piedade, negando-lhe, entretanto, o poder.

Também a Bíblia diz agora em I Tm 4.1-2 que o Espírito de Deus é que afirma que, nos últimos tempos alguns apostatarão da fé, por obedecerem a espíritos enganadores e a ensino de demônios, pela hipocrisia dos que falam mentiras e que têm cauterizada (destruída) a própria consciência. E esse ensino de demônios pode vir aparentemente como verdade, muito parecido com a verdade. Aí Jesus no final desse sermão do monte faz algumas advertências aos seus discípulos:

 

A PRIMEIRA: Jesus nos ordena entrar pela porta estreita - ENTRAI - Jesus aqui dá uma ordem aos seus discípulos - ENTRAI - Ele não nos oferece segunda opção, plano B, como dizem por aí. A Palavra de Jesus é uma ordem: "ENTRAI" segunda pessoa do plural do verbo imperativo afirmativo, "ENTRAI VÓS". Aos seus discípulos Ele não diz: "Se vós quereis entrar, eu dou o direito de vocês escolherem, venham se quiserem entrem". Não! Jesus afirma que devemos entrar, porque Ele nos escolheu para sermos salvos por Ele e sermos amigos Dele. E aos seus amigos Ele oferece morada eterna ao lado do Pai Morada que Ele já foi preparar. Assim sendo, Jesus explica porque Ele nos ordena entrar pela porta estreita. E entrar pela porta estreita, é resignar-se de si mesmo, das suas vontades pecaminosas, como Paulo relaciona para Timóteo (II Tm 3.1ss): A JACTÂNCIA, O EGOÍSMO, A AVAREZA, A ARROGÂNCIA, AS BLASFÊMIAS, AS DESOBEDIÊNCIAS AOS PAIS, AS INGRATIDÕES, AS IRREVERÊNCIAS (Quantos de nós entramos aqui neste local, que Cristo escolheu para adorá-Lo, irreverentemente, conversando nos momentos de cultos, momentos em deveríamos adorar a Cristo através dos louvores, de ouvir a mensagem falada. No momento da oração alguns ficam displicentes, longe do âmbito espiritual; outros ficam trocando mensagens pelo celular, etc), A CALÚNIA, A TRAIÇÃO, ATREVIDOS aos pais e aos pastores. Enquanto estes os orientam, chamam a atenção, ao invés de parar e refletir para melhorar e não continuar para não cair no precipício, de forma atrevida enfrenta com elevação de voz. Não sabendo, ou se sabe ignora, que quão abençoados são aqueles filhos e ovelhas obedientes aos pais, aos pastores, à Palavra de Deus. A obediência a Deus nos leva bem longe nesta vida, fazendo-nos avançar e avançar, aos pastos verdejantes do Senhor, as águas que sustam a árvore plantada ao seu redor para não caírem às folhas, a vida abundante. A explicação, no entanto, que Jesus dá para os seus discípulos o porquê de Ele ordenar entrar pela porta estreita é esta: Porque o caminho que conduz o seu humano à perdição é largo, é espaçoso, e Jesus ainda alerta: "Olhai! São muitos os que entram por ela". Por quê? Porque ela oferece as facilidades para a vida que a carne gosta. Como, por exemplo, à lista de Gálatas 5.19-21 a qual é: "Ora, as obras da carne são conhecidas e são: PROSTITUIÇÃO, IMPUREZA, LASCÍVIA (luxúria, propensão para a sensualidade), IDOLATRIA, FEITIÇARIAS, INIMIZADES, PORFIAS (disputa, discussão, rivalidade), CIÚMES, IRAS, DISCÓRDIAS, DISSENSÕES, FACÇÕES, INVEJAS, BEBEDICES, GLUTONARIAS. O grande problema é que essas ações entristecem a Deus e, por conseguinte, a Bíblia garante que os que tais coisas praticam ficarão fora do Reino de Deus (v.21). Preste atenção ao verso 17: "PORQUE A CARNE MILITA CONTRA O ESPÍRITO, E O ESPÍRITO, CONTRA A CARNE, PORQUE SÃO OPOSTOS ENTRE SI; PARA QUE NÃO FAÇAIS O QUE, PORVENTURA, SEJA DO VOSSO QUERER". Então a Bíblia está nos ensinando que não é para nós fazermos o nosso querer, mas o querer de Deus. Pois quem faz o querer de Deus é o que entra no reino dos céus. O que faz o querer de Deus pode pedir o que quiser ao Pai em nome do Filho que Ele fará e fará obras maiores do que Jesus fez; quem disse isso foi o próprio Jesus em João 14.12-14. (12 Em verdade, em verdade vos digo: Aquele que crê em mim, esse também fará as obras que eu faço, e as fará maiores do que estas; porque eu vou para o Pai; 13 e tudo quanto pedirdes em meu nome, eu o farei, para que o Pai seja glorificado no Filho. 14 Se me pedirdes alguma coisa em meu nome, Eu a farei). Esse caminho espaçoso, escolhido pelos muitos que Jesus cita tem levado a destruição de famílias, presídios superlotados, assassinatos, filhos perdendo pais ainda criança, pais perdendo filhos ainda adolescentes, pessoas que procuram preencher o vazio da alma em recursos que acabam levando-as a se tornarem moradores de rua, abandonados, discórdias dentro de casa, pois os filhos preferem a porta espaçosa e levam os pais a preocupações e muitos pais não sabendo lidar com as situações se tornam agressivos, o caminho da corrupção, da lavagem escancarada de dinheiro, etc. Jesus, então, alerta aos seus discípulos que não foi essa porta que Ele preparou para nós, mas a estreita que é apertada, a porta que nos leva renunciarmos nós mesmos, como Ele mesmo diz em Mateus 16.24-26: "SE ALGUÉM QUER VIR APÓS MIM, A SI MESMO SE NEGUE, TOME A SUA CRUZ E SIGA-ME.  PORQUANTO, QUEM QUISER SALVAR A SUA VIDA PERDÊ-LA-Á; E QUEM PERDER A VIDA POR MINHA CAUSA ACHA-LA-Á. POIS QUE APROVEITARÁ O HOMEM SE GANHAR O MUNDO INTEIRO E PERDER A SUA ALMA? Logo, Jesus está dizendo: "Meus filhos, meus discípulos, meus amigos: Entrai pela porta que eu preparei para vocês, sou Eu o porteiro e acolho vocês. Fiquem tranquilos e rejeitam as oportunidades da porta larga, ela é morte. "HÁ UM CAMINHO QUE AO HOMEM PARECE DIREITO, MAS O FINAL DELE É CAMINHO DE MORTE" (PV 14.14).

A SEGUNDA ADVERTÊNCIA DE JESUS É: ACAUTELAI-VOS DOS FALSOS PROFETAS. Novamente Jesus usa o mesmo método, dar uma ordem imperativa afirmativa: "ACAUTELAI-VOS". Jesus está nos dizendo o seguinte: Mantenham-se distantes dos falsos profetas, não façam negócios com eles, não colaborem com eles. O que Jesus está fazendo aqui é uma ordem direta para aqueles que Ele escolheu para serem seus discípulos. Livrem-se deles, vigiem. É como Jesus está dizendo: “não se permitam serem enganados por esses lobos devoradores, ladrões das almas de vocês, ladrões do dinheiro que confio a vocês.” E Jesus ainda nos diz como é que esses falsos profetas se apresentam, para depois não dizermos para Jesus que Ele não nos disse como esses falsos profetas se apresentam. "AH! Jesus! O Senhor não me disse como eles eram". Jesus caracteriza os falsos profetas assim: Eles são parecidos com as ovelhas, eles vêm disfarçados de ovelhas, mas por dentro são lobos devoradores, roubadores. O que Jesus está dizendo é que eles roubarão vocês, e os que se permitem ser roubados por eles, ainda os aplaudirão. Não peguem o dinheiro suado que vocês receberam das mãos do Senhor Deus e deem para esses ladrões. Jesus já alertou, deu a sua ordem e descreveu como eles se apresentam. Jesus disse: fiquem espertos, porque pelos seus frutos os conhecereis (v.16). Jesus também diz em Mateus 12.33: "Pelo fruto se conhece a árvore". Mas Jesus assevera que os falsos profetas serão cortados por Ele no dia do Juízo e serão lançados ao fogo (v 19). Isso quer dizer que eles vão pintar e bordar aqui; trabalharão com liberdade, Jesus não interferirá, mas no dia do Juízo não escaparão. Aos seus, Jesus ordena: Livrem-se deles. E Jesus continua caracterizando os falsos profetas a partir do verso 21: Eles profetizam em nome de Jesus, expulsam demônios em nome de Jesus, fazem milagres em nome de Jesus, roubam em nome de Jesus. E na cara de pau no dia do Juízo eles cobrarão de Jesus que fizeram tudo isso em nome de Jesus exigindo de Jesus um lugar na Porta Estreita. Porém, Jesus dirá claramente: "APARTAI-VOS DE MIM, OS QUE PRATICAIS A INIQUIDADE". Esse “APARTAI” é outra ordem de Jesus, agora de repúdio aos que usaram o Nome de Jesus para enganar pessoas. Contudo, os discípulos de Jesus não podem se deixar ser enganados, certo. Outra característica deles que Jesus apresenta é que estão por aí chamando o nome do Senhor, dizendo que amam Jesus, mas Jesus diz no verso 21: "nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus..." Mas quem entrará no Reino dos Céus? A Palavra de Jesus é clara: “SOMENTE AQUELE QUE FAZ A VONTADE DO PAI DELE, QUE ESTÁ NO CÉU.” E todo aquele que se rende a Cristo, se esforça para fazer a vontade de Deus. Aquele que atente as observâncias do salmo 15 (abra aí). Assim, podemos atentar também para o conselho que Paulo dá a Timóteo em I Tm 4.6-12: “6 Propondo estas coisas aos irmãos, serás bom ministro de Cristo Jesus, nutrido pelas palavras da fé e da boa doutrina que tens seguido;  7 mas rejeita as fábulas profanas e de velhas. Exercita-te a ti mesmo na piedade. 8 Pois o exercício corporal para pouco aproveita, mas a piedade para tudo é proveitosa, visto que tem a promessa da vida presente e da que há de vir. 9 Fiel é esta palavra e digna de toda aceitação. 10 Pois para isto é que trabalhamos e lutamos, porque temos posto a nossa esperança no Deus vivo, que é o Salvador de todos os homens, especialmente dos que creem. 11 Manda estas coisas e ensina-as. 12 Ninguém despreze a tua mocidade, mas sê um exemplo para os fiéis na palavra, no procedimento, no amor, na fé, na pureza. 13 até que eu vá, aplica-te à leitura, à exortação, e ao ensino. 14 Não negligencies o dom que há em ti, o qual te foi dado por profecia, com a imposição das mãos do presbítero. 15 Ocupa-te destas coisas, dedica-te inteiramente a elas, para que o teu progresso seja manifesto a todos.  16 Tem cuidado de ti mesmo e do teu ensino; persevera nestas coisas; porque, fazendo isto, te salvarás, tanto a ti mesmo como aos que te ouvem.” Portanto, irmãos o falso profeta não está preocupado com a sua salvação, nem com a dele mesmo, mas está usando a Palavra de Deus, o nome de Jesus Cristo para enganar os que gostam de ser enganados que não querem pagar o preço da porta estreita, mas as facilidades oferecidas por esses falsos profetas em troca de fortunas. Cristo, porém, disse: “ACAUTELAI-VOS DELES”.

 

CONCLUSÃO: Assim sendo, Jesus chama todos os seus discípulos e concede a eles nesse texto duas ordens de vital importância, as quais são: A PRIMEIRA: JESUS NOS ORDENA ENTRAR PELA PORTA ESTREITA; A SEGUNDA ADVERTÊNCIA DE JESUS É: ACAUTELAI-VOS DOS FALSOS PROFETAS. Quem ama genuinamente Jesus Cristo, no caminho da porta estreita pode sofrer muitos apertos, mas aguenta firma porque sabe que não está sozinho, visto que Jesus está com ele. Logo, esse discípulo quererá ser perseverante atentando para as Palavras de Jesus em Mateus 24.12-14: “E, por causa da multiplicação da INIQUIDADE, o amor de quase todos se esfriará. 13 Aquele, porém, que continuar firme (perseverar) até o fim será salvo. 14E este evangelho do Reino será pregado em todo o mundo habitado, como testemunho a todas as nações, e então chegará o fim. Portanto, entre pela porta estreita e fique nela até o fim. E não ande pelos caminhos dos falsos profetas, fazedores de milagres em Nome de Jesus, expulsadores de demônios em nome de Jesus, roubadores em nome de Jesus. Eles são lobos disfarçados de ovelhas. Eles arrancam o coro dos enganados. Todavia, Jesus permitiu ser multilado na carne para dar vida aos seus discípulos. Pense nisto: A sua vida é uma vida cara para Deus, o preço da Vida de Jesus Cristo.

 

Obrigado Pai, usa-me a mim. Em Nome de Jesus Cristo para falar ao teu povo, com o poder do Espírito Santo. Oro em nome de Jesus Cristo. Amém e amém!

 

02.02.17
Em Cristo
Pastor Josevaldo Guimarães.