A casa digna de receber Jesus

Publicado em 29/03/2017 - 09:02

TEXTO: MATEUS 10.1-15

 

INTRODUÇÃO: A Seara é muito grande, poucos são os trabalhadores, e Jesus anuncia isso no capítulo anterior, pedindo que é preciso rogar ao Senhor da seara para enviar trabalhadores. Jesus conscientemente sabia que não tem condições da fazer uma obra tão magnífica, tão grandiosa sozinho. Assim, Ele chama doze discípulos e os envia aos campos revestindo-os de autoridade para abençoar qualquer lugar que chegasse, qualquer casa que chegasse. Jesus antes de enviá-los deu várias instruções, a saber:....

A casa que chegasse e os recebesse deveria alimentá-los, é uma honra fazer isso para Jesus, até porque Ele disse que “quem der a beber, ainda que seja um copo de água fria, a um destes pequeninos, por ser este meu discípulo, em verdade vos digo que de modo algum perderá o seu galardão” (Mt 10.42). E entre essas instruções o Senhor orienta que ao chegar em uma cidade ou povoado (aldeia), indagai, (procure saber), quais sãos as pessoas daquela localidade dignas de receber os discípulos de Jesus. Certo estudioso bíblico chamado F.Davidson diz que “no Oriente, era tão comum oferecer hospitalidade que muito provavelmente receberiam muitos convites para serem hospedados; entretanto, eles não deviam aceitar hospedagem da parte dos que rejeitassem sua mensagem”. Ou seja, a cidade, povoado, casa que recebem a mensagem de Jesus são os lugares dignos de ficarem os homens e as mulheres de Deus. Caso contrário, não. Os que recebem os discípulos de Jesus são os lugares que recebem as bênçãos de Jesus. Mas, vamos nos ater aqui a casa digna de receber Jesus. O que acontece com ela de acordo com as palavras do Próprio Jesus. Que casa é digna de receber Jesus?

 

1 – A CASA CUJOS MORADORES ESTÃO COM OS CORAÇÕES ABERTOS PARA RECEBER A MENSAGEM DE JESUS.

É uma satisfação tremenda chegar a uma casa em que os moradores estão transbordando de alegria por nos receber. Nos deixa à vontade, o Espírito Santo se alegra porque encontrou espaço e obviamente que fluirá através das nossas vidas. É fantástico! Naquele lugar reina uma paz indizível, a alegria de Jesus fica sendo o aroma do ambiente, porque é Jesus alegre com aquela família. A família passando por situação difícil ou não, recebeu bem os discípulos de Jesus, Jesus fica ali. (Arca quando ficou na casa de Obede-Edom, o geteu, por três meses, deixada por Davi, a Bíblia diz que “o Senhor abençoou Obede-Edom e toda a sua casa”) - (II Sm 6.10-11). Ele recebeu a arca. Obede-Edom recebeu Deus. Deus ficou naquela casa porque o Coração do dono da casa estava aberto para Deus. Lembro-me quando o pastor de Marinês foi a nossa casa pregar o evangelho para mim, recebi-o bem, dei ouvidos as suas palavras, pude ver, esta cena está em minha mente, o quanto alegre ele saiu de lá de casa, batendo as mãos uma na outra, sorrindo. Quiçá ele pensou: “Essa arvore vai dar fruto bom”. Com a alegria do homem de Deus, você sabe quem foi abençoado? A minha pessoa, a minha casa, a minha família, porque parei para dar atenção, para dar ouvido ao homem de Deus. E Deus trabalhou do jeito Dele para completar a obra que Ele queria fazer conosco naquela, que eu chamo de primeira etapa da minha vida cristã. Esta semana fomos a uma casa aqui próxima à igreja, como fomos bem recebidos, como foi maravilhoso estar naquela casa, como ficamos à vontade para retornamos outras vezes, como a alegria de Jesus pairou sobre aquela casa, sobre as nossas vidas, como fiquei radiante, tão radiante que estão compartilhando com vocês. Elas vendem doce de leite, amo doce de leite, vou voltar lá para comprar sempre. Sabe o que aconteceu? Ao sairmos deixamos a dona da casa com o sorriso largo em seu rosto porque o seu coração ficou alegre. E sabe por quê? Porque se cumpriu na casa daquela mulher esta palavra de Jesus que diz: “se, com efeito, a casa for digna, venha sobre ela a vossa paz.” Deixamos sobre aquela casa a paz de Jesus. Mesmo com as limitações dela. Sabe por quê? Porque elas abriram, mãe e filha, para receberem a mensagem de Jesus Cristo. E nós também saímos alegres, cheios da paz de Jesus. A bênção é compartilhada. E qual é a ordem dada por Jesus? Que ao entrardes na casa, se dê a saudação, e como era a saudação? “Paz seja convosco”. Você já pensou irmão ou família, você chegar a uma casa e aquela casa está toda atribulada, com as pessoas sem saberem como agir para se livrarem da tribulação, mas com a sua chegada, com a sua saudação, a família se abre para receber você e a sua família, você começa a ministrar a Palavra de Jesus e por conta disso tudo começa a mudar. Onde havia tribulação pairou a paz. Olha você também será abençoado porque você sairá tão cheio de Deus daquela casa, que sairá transbordante de alegria. Porém, isso somente é possível quando os corações estão abertos para Jesus. Faça assim, permita que a sua casa seja um lugar aberto para sempre receber Jesus através dos seus mensageiros com a Palavra Dele. Você sempre ganha (Lucenir e Graziano, essa mulher ficou tão alegre por passarmos uma semana orando em sua casa, e aquilo que estava difícil para ela, Deus enviou e está no seu ventre hoje). Meus irmãos, Jesus quer estar sempre presente em sua casa, Ele quer fazer parte da sua vida por inteiro, sem exceções. Para isso, precisamos ser hospitaleiros para o povo de Deus, veja o que aconteceu na casa de Cornélio em Atos 10; na casa de Lázaro, Marta e Maria em João 11 e 12. Irmãos não dificultem a ação de Jesus nos lares de vocês. Sabe irmãos, há casas que aparentemente está tudo bem, os moradores vivem tranquilamente, a vida financeira vai de vento em polpa, tem saúde pujante, mas são casas que não recebem os mensageiros de Deus, mesmo casa de pessoas que se dizem crentes, rejeitam a mensagem, rejeitam os conselhos do seu pastor, rejeitam no coração a presença do pastor, da família pastoral. Sabe qual vai ser o resultado dessa casa no final? A rejeição de Jesus sobre ela, porque a paz que fomos levar lá, Jesus nos autorizou a tornar para nós, Jesus nos autorizou a sacudir o pó dos nossos pés “Se alguém não vos receber, nem ouvir as vossas palavras, ao sairdes daquela casa ou daquela cidade, sacudi o pó dos vossos pés. (v. 14). E Jesus se indignará com aquela família porque não recebeu a sua mensagem através dos seus mensageiros, o Senhor fica tão indignado que garantiu: “Em verdade vos digo que menos rigor haverá para Sodoma e Gomorra, no Dia do Juízo, do que para aquela cidade” (v 15). Lendo esse texto, hoje entendo porque certas famílias passam por situações conjugais, finanças, conflitos difíceis. Porque a paz que levamos, eles não receberam e Jesus devolveu para nós e lá, sobre aquela casa, Jesus desceu com o seu Juízo. O ato de sacudir o pó, Jesus está dizendo que Ele rejeitou que O rejeitou. Esse ato significa “rejeição e condenação.” Sabe por que não recebe a mensagem de Jesus para que a família seja abençoada? Porque valoriza mais o presente século, as benesses deste mundo. O homem de Deus, a mulher de Deus não são bem vindos. Mas, digo: Olha para Sodoma, olha para Gomorra. Vejo aqui nesta igreja quantos irmãos são abençoados por Jesus, vejo a alegria deles ao nos receber, ao receberem um desses pequeninos como disse Jesus. Recebem no exterior e no interior, recebem a Palavra no coração. Só podem ser abençoados, pois é a Palavra de Deus se cumprindo, pois sobre essa família ficou a paz do Senhor. Amém!

 

 

2 – A CASA QUE ABOMINA O PECADO

O que significa digno? Digno é: correto, incorruptível, honrado, honesto. Uma família não pode aceitar o pecado fazer morada em sua casa. A desonestidade deve ser uma palavra e uma ação abominável dos filhos e filhas de Deus. Um chefe de família que ama a Jesus é homem honesto, compra e paga, (salvo por motivo de força maior), honra a esposa, cuida dos filhos, é marido de uma só mulher e mulher de um só marido, isso é ser digno, e o digno, deseja que a sua casa seja digna, para que sempre esteja pronta para receber Jesus. Se um membro da família que serve a Deus está indo pelo caminho do pecado, a família não pode aceitar o pecado, deve abominá-lo; ame a pessoa, mas não concorde e não defenda o pecado que ela pratica. Quando a família de Acã aceitou o pecado de Acã, a maldição veio para todos da sua casa (Js 7); quando Eli aceitou os pecados dos filhos, a maldição caiu sobre todos da sua casa (I Sm 2 a 4); quando Davi abriu as portas da sua casa para o pecado, a maldição caiu sobre todos da sua casa. Enfim, todos sofrem. O marido que cai em pecado, a mulher que cai em pecado está levando para dentro da sua casa a morte, a destruição, a maldição das trevas. Então o homem de Deus, a mulher de Deus em sua sã consciência deve repreender as ações, que são abomináveis para Deus, que o seu cônjuge, ou filhos andam fazendo. Pois, a Bíblia diz: “O salário do pecado é a morte” (Rm 6.23). Nós temos um corpo corruptível, mas a nossa casa precisa estar digna, ou seja, a nossa casa precisa abominar a corrupção, a desonestidade, por amor a Jesus. O pão da nossa casa deve entrar com o suor do nosso rosto, não com falcatruas, passando a perna nos outros. Patrões e empregados devem ser dignos uns com os outros. Os patrões devem honrar os seus funcionários com salários, dignos, décimos, férias, etc. todos os direitos da lei e muito mais, ainda mais se forem crentes em Jesus Cristo. O filho deve honrar o pai, é o primeiro mandamento com promessa. A| família deve honrar a Deus, andar com dignidade diante de Deus. Jesus se alegra com atitudes assim. Como galardão, essa casa receberá do Senhor a sua paz, a sua bênção, a sua proteção. (Agora nesse período de férias, fomos cultuar a Deus em uma igreja e lá o pastor daquela igreja falou sobre honra, e ele disse: “A honra é uma chave para abrir portas que jamais imaginamos entrar, nunca terei honra aquilo que critico. A honra é uma semente que planto na minha própria vida.” Então, Jesus Cristo terá prazer em deixar a sua paz na casa cujos moradores procuram andar em retidão, honrá-Lo, pois isso que é ser digno. Disse Jesus: Se a casa for digna. Contudo, a honra maior deve ser para Deus. Eli honrou mais os filhos que a Deus, constate o que disse Deus para Eli: “E, tu, por que honras a teus filhos mais do que a mim, para tu e eles vos engordardes das melhores de todas as ofertas do meu povo Israel? Portanto, diz o Senhor, Deus de Israel: Na verdade, dissera Eu que a tua casa e a casa de teu pai andariam diante de mim perpetuamente; porém, agora, diz o Senhor: Longe de mim tal coisa, porque aos que me honram, honrarei, porém aos que me desprezam serão desmerecidos (I Sm 2.29-30). Jesus também disse nesse texto de Mateus 10.37: “Quem ama seu pai ou sua mãe mais do que a mim não é digno de mim; quem ama seu filho ou sua filha mais do que a mim não é digno de mim”. Logo, se um dos nossos está em vida enfurnada no pecado e nós acoitamos o pecado, estamos honrando mais ele do que Jesus. Por conseguinte, não somos dignos de Jesus, de receber Jesus em nossas casas. Porém, o que Jesus quer de nós? Que sejam digno de recebê-Lo em nossas casas, porque Ele conta conosco neste mundo hostil a Pessoa Dele. Porque ele quer ficar em nossas casas para nos abençoar como ficou na casa de Obede-Edom. Depende de quem? De nós mesmos. É uma decisão pessoal. A decisão é sua.

 

CONCLUSÃO: Assim, amados somos os ceifeiros, a nossa casa deve ser casa de ceifeiros. Por isso, a nossa família deve estar COM OS CORAÇÕES ABERTOS PARA RECEBER A MENSAGEM DE JESUS, através dos seus mensageiros, quando eles chegarem a sua casa, receba-os com alegria e ofereça o seu melhor para eles, honra a JESUS ABOMINANDO O PECADO DA SUA VIDA, DA SUA CASA. Tenha asco do pecado.

Sabe, eu peço a Deus que a minha casa seja sempre digna para receber o Senhor Jesus Cristo. Pensando nisso Senhor, também peço para Ele pessoas dignas para estarem ao meu lado fazendo a obra Dele com muito amor, carinho, dedicação, com zelo, fidedignidade, sinceridade, pessoas dignas para colocarem a mão no arado, para fazerem a obra missionária, para poder fazer missões entre nós, para poder abençoar as famílias desta igreja. Pedi para que os jovens, os adolescentes, os juniores, as crianças, os idosos e os adultos desta igreja, dignas de compartilharem as ideias de Jesus Cristo de acordo com as Escrituras Sagradas. Pedi a Deus aqui neste lugar de joelhos, pessoas que caminham todos juntos, pessoas que olhem para o alto, ou seja, para Cristo, pessoas que não queiram se colocar acima de tudo e de todos, acima de Cristo. Pedi pessoas que não queiram se aparecer, mas que sejam dignas de receber de Deus, de receber de Jesus Cristo para fazer a obra de Deus em suas casas. Pedi a Deus assim: Ajuda-me nesta missão. Obrigado Pai. Fala aos nossos corações, ajuda-nos a sermos dignos diante de Ti e dos homens. Abençoa as famílias desta igreja. Fortaleça elas para elas abençoarem outras tantas famílias nesta cidade. Ajuda-nos a honrarmos o Teu Santo Nome. Oro a Ti por amor a Jesus Cristo. Amém e amém!

27.01.17